Que bom ver voce por aqui! Deus o abençoe.

"O Senhor teu Deus esta no meio de ti,"

Que conforto maravilhoso saber que Deus esta em nosso meio.
Foi o que Cristo ensinou ao seus discipulos na narrativa de Mateus 8. 23 - 27.
Se os discipulos realmente vivessem a fé, não se intimidariam com a tempestade
que surrava o barco; a presença de Cristo, mesmo dormindo seria o bastante para
encorajar os corações daqueles homens.

Postagens Recentes

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

"

sábado, 27 de outubro de 2012

Evangelizar




Você tem parentes, amigos, colegas de trabalho ou estudo e vizinhos? Qual deveria ser o dia mais importante da vida deles? De que eles têm maior necessidade? Qual seria o melhor presente que você poderia oferecer-lhes?

Você tem obedecido a ordem de Jesus expressa em Mateus 28.19: "Portanto, ide e fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai , do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado"?

A expectativa de Jesus em Atos 1.8 - "Mas recebereis poder ao descer sobre o Espírito Santo e ser-me-eis testemunhas em toda a Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, a até os confins da terra" - tem sido alcançada pelo seu testemunho?

O propósito que Deus tinha quando enviou Jesus ao mundo é o mesmo propósito que ele tem para a sua igreja e, por conseguinte, é o mesmo propósito que ele tem para cada crente! Em Lc 19.10 está escrito: "porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido".

Se perguntássemos ao apóstolo Paulo por que Jesus veio ao mundo, ele responderia com 1Tm 1.15 : "Fiel é esta palavra e digna de toda a aceitação que Jesus Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores dos quais eu sou o principal!" Assim sendo, nossa principal tarefa como crentes e servos do Senhor Jesus é pregar o evangelho, possibilitando a todas as pessoas a oportunidade de serem salvas.

Se perguntassemos por que os crentes não evangelizam?

Três seriam as respostas mais comuns: em primeiro lugar, a maioria diiria que não tem coragem para evangelizar. Em segundo lugar, outros dizem que não sabem como evangelizar; outros ainda dizem que não evangelizam porque não têm consciência de que precisam evangelizar!

Evangelizar não é um dom; é uma questão de obediência!

Pensae Nisto! Deus o abençoe. 

Bondade Para com Estranhos


Se o estrangeiro peregrinar na vossa terra, não o oprimireis. Como o natural será entre vós o estrangeiro que peregrina convosco; amá-lo-eis como a vós mesmos. Lev. 19:33.

Era domingo à noite, 29 de dezembro de 1946. A primeira edição do jornal Miami Herald havia acabado de ir para a impressão. Timothy Sullivan, redator, preparava-se para ir para casa e ter uma bem-merecida noite de descanso, quando seu telefone tocou e uma voz de mulher começou a implorar:
- Por favor, me ajude! Meu marido está tendo uma hemorragia e vai morrer!
O moribundo era Rudy Kovarik, do Estado de Michigan. Ele e sua esposa estavam de férias na Flórida, quando a úlcera do estômago dele começou a sangrar e ele foi levado às pressas para o Hospital Biscayne. Uma úlcera sangrando não é necessariamente uma ameaça à vida. A situação, no entanto, era crítica porque o tipo de sangue de Kovarik era raro, AB com RH negativo, e não estava sendo encontrado em toda a região. A menos que um doador com aquele tipo de sangue fosse localizado em pouco tempo, os médicos temiam que Kovarik não amanhecesse vivo.
O que poderia fazer um redator de jornal? Um homem estava morrendo. Sullivan teve uma idéia. Telefonou para a emissora de rádio WCBS, alguns quarteirões adiante, e pediu para falar com o locutor Walter Winchell, que devia ir ao ar dentro de minutos com o noticiário. Relutantemente, o telefonista permitiu que Sullivan falasse com Winchell. Dentro de poucos minutos, Winchell irradiou a notícia acerca de Kovarik, dando o nome do paciente e os números do telefone do hospital, do posto policial e do escritório do redator do Miami Herald.
Dentro de minutos, esses telefones ficaram congestionados com ligações vindas de todo o país, oferecendo doações de sangue. Um dos oferecimentos veio de um soldado que estava de licença, hospedado num hotel a uns dois quarteirões do hospital. Dentro de minutos, o sangue transportador de vida fluía para dentro das veias do debilitado paciente. A vida de Kovarik foi salva. Algumas semanas mais tarde, Sullivan obteve a recompensa quando o agora restabelecido Kovarik entrou em seu escritório para expressar-lhe gratidão, não mais como um estranho, mas como amigo.
Às vezes somos recompensados nesta vida por demonstrar bondade, mas não contemos com isso. Sejamos bondosos para com os outros, não porque pode aparecer alguma recompensa, mas porque o amor de Cristo nos constrange a fazer o bem.

Nobre Vingança


 


Evitai que alguém retribua a outrem mal por mal; pelo contrário, segui sempre o bem, entre vós, e para com todos. I Tes. 5:15.


Certo dia, um oficial do exército bateu num jovem soldado que era conhecido por praticar artes marciais. O golpe era injustificado, mas os regulamentos militares proibiam o revide; além disso, o jovem era cristão.
- O senhor ainda vai se arrepender disso - comentou o soldado com um sorriso.
Tempos depois, a companhia daquele soldado estava envolvida numa feroz batalha, quando ele viu um oficial ferido tentando desesperadamente arrastar-se de volta para a trincheira. O jovem soldado reconheceu-o como o oficial que o havia golpeado. Arriscando a própria vida, foi em auxílio do homem ferido e ajudou-o a ir a um posto de primeiros socorros.
Enquanto o oficial jazia deitado no chão, esperando que os médicos o atendessem, tomou a mão do soldado, gaguejou um pedido de desculpas e expressou-lhe gratidão. Apertando a mão do oficial, o jovem soldado deu uma risadinha amigável e disse: "Eu tinha certeza de que algum dia o senhor se arrependeria." Dali em diante, os dois tornaram-se os melhores amigos.
Durante a Segunda Guerra Mundial, Desmond T. Doss, um soldado cristão não-combatente, foi ridicularizado por causa de sua fé, até mesmo por alguns dos oficiais. Durante a campanha de Okinawa, um daqueles oficiais foi gravemente ferido. Doss também arriscou a vida para salvá-lo. Salvou igualmente a vida de muitos outros homens feridos, alguns dos quais haviam anteriormente zombado dele. Em reconhecimento por sua coragem, uma nação grata concedeu-lhe a Medalha de Honra do Congresso, a mais alta condecoração por bravura outorgada pelos Estados Unidos - e a primeira dessas medalhas a ser dada a um não-combatente.

Pague o Mal com o Bem



 


Não pagando mal por mal, ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo, pois para isto mesmo fostes chamados. I S. Ped. 3:9.


Li pela primeira vez acerca de Jacob de Shazer no jornal San Francisco Chronicle, no final de 1945 ou início de 1946. Isso aconteceu apenas alguns meses após a minha libertação do campo de concentração nas Filipinas.
Shazer foi um dos participantes dos ataques de surpresa sobre o Japão, no dia 18 de abril de 1942. Durante o ataque, o avião de Shazer foi atingido por fogo antiaéreo. Ele foi forçado a acionar o ejetor e acabou sendo capturado. Em terra, viu dois de seus companheiros sendo executados por um pelotão de fuzilamento. Teve a certeza de que seria executado também, mas parecia que Deus tinha outros planos para ele.
Na ocasião em que foi capturado, Shazer era ateu, mas durante os meses de prisão começou a ponderar e querer descobrir por que odiava seus captores e por que eles o odiavam. Ao buscar respostas, procurou recordar-se do que havia aprendido sobre o cristianismo. Um dia, ele pediu aos guardas uma Bíblia. Inicialmente eles riram, mas em maio de 1944 um dos guardas jogou uma Bíblia contra ele, dizendo que podia ficar com ela por três semanas, no máximo.
Conforme havia dito, três semanas depois o guarda tomou a Bíblia de volta, mas naquele período de tempo a vida de Shazer mudara. Lembro-me de ter lido no jornal sobre como ele pretendia retornar ao Japão como missionário. A decisão dele me influenciou a desejar ir também para o Japão como missionário, mas Deus tinha outros planos. No caso de Shazer, entretanto, isso aconteceu e ele partiu em 1948. Ao fazê-lo, retribuiu com o bem o mal que lhe haviam causado. Mostrou o genuíno espírito de um cristão.
Embora eu possa dizer com sinceridade que nunca odiei os japoneses, não posso afirmar que os tenha amado ativamente enquanto estive no campo de concentração. Com Cristo foi diferente. Ele amou a todos com "amor eterno" (Jer. 31:3), até mesmo àqueles que O amaldiçoaram, maltrataram e crucificaram (ver S. Luc. 23:34). Sua vida e morte são um exemplo vivo de como devemos portar-nos em relação com aqueles que nos maltratam (ver S. Mat. 5:44).
"Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus." Filip. 2:5.

EM defesa da Fé





Agora reflita comigo, já aconteceram tantas coisas na tua vida, tantas oportunidades de se afastar de DEUS, tantas oportunidades de se entregar de vez para o inimigo, tantas coisas que te fizeram sofrer, tantas ilusões, fora o medo de não acertar, o pecado, a dor, o ódio o sofrimento, tudo isso aconteceu te querendo afastar da presença do Senhor, mas olhe agora, você está aqui, de todas as formas você continua Diante de DEUS, mesmo fraco, ou pensando em DESISTIR, creio que ainda existe dentro do teu coração uma chama que nunca se apaga, uma chama que permanece ali, dizendo: CONFIE EM MIM, EU ESTOU CONTIGO ! E se hoje você está vivo, é porque os propósitos de DEUS ainda irão se cumprir em tua vida, não adiante, VOCÊ É DELE E ELE É TEU. Nós nascemos para isso, para servir a DEUS, e nada, mas nada mesmo poderá nos separar desse grande amor, que está em Cristo Jesus. Continuem Firmes e Fortes, ainda tem muita coisa para acontecer !

Neste dia, Pense nisto! Deus o abençoe.

domingo, 21 de outubro de 2012

Aprenda alguns passos para evaqngelizar

video

Quer evangelizar? Ore e Jejue antes(Muito)


 
 

 
Fé é confiança em Cristo mas também é diligência e obras.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelA fé que se revelou na ação e coragem de Josué e Calebe.
A fé que que teve Raabe acolhendo os espias de Israel correndo o risco de ser morta.
Por isso no dizer de Tiago a fé é vista nas obras.
As obras de justiça evangélica.
As obras diligentes e fervorosas, que produzem mártires felizes.
Felizes por darem suas vidas por Cristo…
em se gastarem em prol do bom combate da fé, por amor ao Senhor e ao evangelho.
Elimine-se a diligência e com ela a fé vai embora.
Diligência em mortificar o pecado, em praticar a Palavra, em renunciar a tudo por Cristo, em se empenhar na obra do ministério.
Diligência em correr com perseverança a carreira que nos está proposta.
Seguir sempre adiante, sem olhar para trás, não largando o arado que está destinado a quebrar o pecado, que habita em nós.
Não poupar a vida para não perdê-la.
Mas gastar a vida para poder achá-la.
Sepultar o ego na terra, para a germinação da vida eterna.
Ah que alegria há em servir a Cristo.
Para quem o faz há grande recompensa.
Recalcada e sacudida, de bênçãos sem medida, espirituais e celestiais, provindas das mãos
de Deus, nosso Pai.



Pr Silvio Dutra

Voce é um pregador ou imitador?



Disse Jesus:” Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
É com toda a expectativa que esperamos ouvir essa bendita boas novas quando nos reunimos certo?

Mas ao contrário do que esperamos acabamos contemplando um verdadeiro show de exibicionismo,é até possível traçar um perfil dos novos pregadores:
belos ternos extravagantes, sapatos chamativos, anéis tipo de formatura talvez um indicativo de sua formação teológica, palavreado formalíssimo e culto e principalmente a semelhança entre os famosos pregadores da atualidade.

Até ai tudo bem não é pecado querer se vestir bem, conhecer a palavra de Deus por meio do estudo sistemático ou respeitar a norma culta da língua portuguesa e pregar o evangelho com autoridade e conhecimento.

Porém o que chama a atenção é a postura dos tais pregadores ou imitadores de púlpito, onde seus sermões são recheados com conjeturas infundadas, teorias estranhas e heréticas, sem contar no apelo frenético para que seus ouvintes interajam com suas aberrações e modismos, cobrança de ofertas para pregar nas igrejas, recusa de pregar em igrejas de pequeno porte, também é bonito se auto proclamar conferencista internacional e por ai vai.

Diante de tudo isso me conforto com a palavra do Senhor que diz: “Ai do mundo, por causa dos escândalos. Porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem. Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo ou aleijado do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno.” Mateus18:7,8.

NA CONTRAMÃO – Missões



"Todo cristão ou é um missionário ou é um impostor.” C.H. Spurgeon
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Missões são feitas pelos pés dos que vão, pelos joelhos dos que oram e pelas mãos dos que contribuem.

Sempre acreditei nesta premissa, e, na verdade ela tem muito valor. Alguns são chamados para abandonarem tudo o quem tem e se dedicar exclusivamente e integralmente a pregação do evangelho; outros receberam de Deus o desejo de participar desta maravilhosa oportunidade e alem de serem missionários em sua casa, bairro, trabalho, entendem que foram levantados para ajudar e sustentar àqueles que vivem no campo missionário; e, por fim, mas de igual importância existem os irmãos que não descansam de dia nem de noite, orando, clamando, pedindo por aqueles que ministram a Palavra, entendendo que necessitam de discernimento, autoridade, motivação, poder de Deus, alimento e muitos outros detalhes que só quem sabe é quem vive a situação.

Se essas três classes de pessoas exercessem realmente a função para a qual foram chamadas, a pregação do Evangelho seria muito mais forte e eficiente, contudo quero compartilhar com vocês duas situações que presenciei:

1 – Tenho muitos amigos missionários, homens e mulheres de Deus que abriram mão dos seus sonhos e se dedicaram ao serviço do próximo e a propagação do Evangelho aos quatro cantos desta Terra. Homens que resolveram sonhar os sonhos de Deus para a humanidade.
Em uma dessas conferências missionárias tive a infelicidade de ouvir de um líder de certa igreja o seguinte argumento:
“não precisamos recolher ofertas missionárias, ou sustentar missões, porque se Deus é quem envia, Ele que vai suprir, não preciso me envolver”.
Irmãos precisei de muita graça, para não fazer uma desgraça. Em minha mente eu pensava “olha aqui seu “abençoado” Deus quer prover através de você, ou você acha que vai descer um anjo do céu com uma maleta de prata cheia de dinheiro e depositar no gasofilácio?”, mas com toda paciência e com dezenas de anjos me segurando, expliquei calmamente a importância de se participar desta obra e o quão bíblica ela é.
Espero que sua mente velha (não por ser um senhor de idade, mas por se fechar em seu mudinho) tenha entendido.
2 – Outra ocorrência que já vi aos montes é a seguinte justificativa, preste atenção pra ver se você também já não ouviu essa:
“pra que vou mandar missionários para o nordeste ou para África se aqui mesmo tem pessoas que precisam ouvir do evangelho?” 99,9% das pessoas que falam isso, não fazem absolutamente nada no quesito evangelização, não se envolve com missões e se propõe apenas a criticar.

Queridos, eu tenho um trabalho social na minha cidade, mas se querem ajuda em Angola, vamos ajudar. Se precisarem de apoio em Mossoró-RN, estamos ai pra isso, se é nas “Zoropa” vamos em frente. Por que pregar somente em Jerusalém, ou na Judéia ou em Samaria se posso fazer em todas elas ao mesmo tempo. E que cheguem os confins da terra!

Igrejas inteiras passam décadas se preocupando com templos, construções, programas, músicas, para abençoarem os que estão dentro das quatro paredes, e se incham de conhecimento, enquanto os “de fora” morrem subnutridos de amor e conhecimento da graça de Deus.

Impostores! Enquanto levam semanas para decidir se pintam as paredes de igrejas de branco ou creme, milhares morrem sem Cristo. Afinal, para que se preocupar com eles, muitos deles são pobres, carentes, cheios de problemas e sem condições de dizimar.

Impostores! Preocupam-se com dízimos e não com almas!

Pregue o evangelho, com os olhos, com ações, com atitudes que ninguém mais teria senão alguém cheio do Espírito Santo. Faça diferença!

Fale do amor de Cristo ao seu vizinho, ao seu familiar, na escola, na facul, mas não se cale.

Quem conhece a Cristo verdadeiramente, sente a necessidade de espalhar essa BOA NOVA.

A você que sente o coração arder por vidas e na pregação do Evangelho, Deus o abençoe!

A você que passou uma vida sem sequer levar uma pessoa a Cristo, impostor, se encontre!

Ore…
Doe…
Vá…

Na paz DAquele que nos chamou ao amor e nos deixou um mandamento: IDE!


Pr. Felipe Heiderich

segunda-feira, 15 de outubro de 2012


“A Armadura de Deus – O Cinto da Verdade”.

 

Referência Bíblica: Efésios 6: 11-14

 

Versículo para Memorizar: “O SENHOR Deus detesta os mentirosos, porém ama os que dizem a verdade.” Provérbios 12.22

 

Alice é uma menina muito estudiosa e comportada, seus pais vão a Igreja toda semana e a levam junto, ela fica muito feliz de ir à igreja aos domingos, pois aprende sempre uma história nova da palavra de Deus. Ana estava no culto infantil e aprendeu que Jesus não gosta de mentira e que quem mente ficava desprotegido dos ataques do inimigo de Deus. Precisamos vestir a armadura de Deus para ficarmos protegidos de toda a armadilha do inimigo de Deus, que é Satanás. Essa armadura é invisível para nós, mas que Satanás e seus demônios vêem muito bem e que ela nos protege de todo o mal.

 

A armadura de Deus como a armadura de um soldado, tem cinto, couraça, sapato, escudo, capacete e uma espada. A primeira parte desta armadura é o Cinto da Verdade. Quando falamos sempre a verdade, conseguimos destruir as mentiras de Satanás e somos protegidos de todo o mal contra as nossas vidas, mas quando mentimos para conseguirmos algo, como nos livrar de um castigo, estamos desprotegidos e caímos na armadilha de Satanás, e na hora que descobrirem a verdade sofreremos um castigo pior. Ana entendeu, ficou admirada como Deus pensou em tudo, até em preparar uma Armadura para proteger seus filhos de todo mal.

 

As pessoas que vivem mentindo são filhos do diabo, porque o diabo é o Pai da Mentira (João 8:44). Muitas vezes o diabo tenta vocês para mentirem para não sofrerem um castigo por um erro que cometeram, escondem a verdade, acham que enganam os pais, os professores, mas a Deus não enganam, e pior quando vocês mentem ficam longe de Deus, porque a mentira nos afasta do amor de Deus, e então o diabo pode atacar vocês com enfermidades, problemas, brigas entre outras coisas. Mesmo que sofram um castigo pelo erro que cometeram. Vocês devem dizer sempre a verdade porque são filhos de Deus, o pai da verdade!

 

 


Fazendo a nossa parte

Comente!

Veja os melhores videos gospel!

Loading...

Seguidores

Lembre-se sempre disto:

" O Deus Eterno sempre cumpre o que promete; ele é amoroso em tudo o que faz" ( Salmo 145.13b )

Follow by Email

Radio Missões Ide Semear