Que bom ver voce por aqui! Deus o abençoe.

"O Senhor teu Deus esta no meio de ti,"

Que conforto maravilhoso saber que Deus esta em nosso meio.
Foi o que Cristo ensinou ao seus discipulos na narrativa de Mateus 8. 23 - 27.
Se os discipulos realmente vivessem a fé, não se intimidariam com a tempestade
que surrava o barco; a presença de Cristo, mesmo dormindo seria o bastante para
encorajar os corações daqueles homens.

Postagens Recentes

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

"

terça-feira, 28 de junho de 2011

CONVITE ESPECIAL A TODOS QUE ESPERAM UMA RESPOSTA DE DEUS!





Se eu fosse voce não perderia!

segunda-feira, 27 de junho de 2011

De olho na perseguição



Uma análise da perseguição ao redor do mundo

Em pleno fim de século XX, houve verdadeiros massacres em nome da fé na Indonésia e Nigéria. Mas há muitos outros contextos em que milhares de pessoas têm seus direitos violados e são impedidas, totalmente ou em parte, de praticar sua escolha religiosa com liberdade.

Alguns são perseguidos, torturados e mortos. Outros vivem em constante pressão do governo, da sociedade, da família. São pessoas obrigadas a superar seus limites para continuar vivas, para trabalhar ou ter acesso à escola, para realizar seus cultos sem impedimentos, exercer sua fé sem preocupar-se com a polícia.

A perseguição em regiões diferentes

África

Há esperança em meio a uma fome devastadora, miséria terrível, conflitos militares e perseguição na Á frica. Essa esperança surge porque talvez esteja acontecendo lá o maior crescimento do cristianismo de que se tem notícia! Portas Abertas está envolvida no treinamento de alguns dos futuros líderes cristãos da África e está dando-lhes as ferramentas que precisam para levar o seu continente a Cristo.

Também queremos ter certeza de que esses novos cristãos têm as Bíblias e outras literaturas cristãs de que precisam para crescer na fé e pregar a Palavra de Deus!

Ásia

Mais de 55% da população do mundo vivem na Ásia. Durante anos, há perseguição e o martírio de cristãos nessa região. Apesar disso, a Ásia está passando por um incrível crescimento espiritual. Que grande testemunho do poder da Palavra de Deus! Portas Abertas provê Bíblias e literatura para a Ásia, sempre tendo como alvo as igrejas domésticas clandestinas da China.

Também damos cursos de treinamento extensivo para os líderes da Igreja para equipá-los com um completo conhecimento da Palavra.

América Latina

Ao contrário do que mostram os roteiros de viagem, há mais na América Latina do que sol, areia, águas mornas e gente boa. Os cristãos de Cuba, Colômbia, México e do Peru sofrem entre revolucionários, barões da droga e extremistas religiosos.

É por isso que Portas Abertas estabeleceu a Rede Ágape. São pequenas equipes que dão aulas de treinamento, realizam reuniões evangelísticas e organizam centros locais para produzir literatura cristã.

Mundo Muçulmano

O Oriente Médio é o berço da Igreja Cristã, ainda que, em algumas regiões, a Igreja quase tenha sido eliminada sob a pressão muçulmana.

A principal prioridade de Portas Abertas no Mundo Muçulmano é treinar uma nova geração de líderes cristãos para fortalecer a Igreja. Estamos também tentando garantir que todos os que queiram um exemplar da Palavra de Deus possam ter uma Bíblia.

Estimativa sobre a perseguição

Entre os que servem a Igreja Perseguida é comum a dificuldade de apurar o escopo e a extensão da perseguição. Um ponto que cria dúvidas é o total de perseguidos.
Internacionalmente, há alguns anos, adotou-se o número de 200 milhões como estimativa do total de cristãos que vivem sob algum nível de hostilidade por sua confissão de fé. A Missão Portas Abertas é um dos ministérios que utilizavam esse número.

Neste início de 2009, após revisar seu procedimento de pesquisa, a Missão optou por um número que acredita representar com mais precisão a quantidade de cristãos perseguidos no mundo. A estimativa é de que o real número situe-se entre 80 e 120 milhões de irmãos. A partir de agora, as publicações da Missão farão menção deste novo dado.

Que ninguém pense que a perseguição tenha diminuído ou que planejemos reduzir nosso empenho junto aos irmãos. Trata-se apenas de um recálculo de potenciais beneficiários de nosso ministério. Finalmente, independente dos números, Deus é o único que conhece a real situação de nossos irmãos e é nele, não nos números, que sempre buscaremos inspiração e direção para continuar servindo cristãos perseguidos.


Estatísticas básicas sobre religião no mundo

De cada 100 pessoas ...

. 19 são muçulmanos (o islamismo é a religião que cresce mais rápido)

. 18 não têm religião ou são ateus

. 17 são católicos

. 17 são cristãos não-católicos (ortodoxos, anglicanos, protestantes, evangélicos, pentecostais)

. 14 são hindus

. 6 são budistas

Perseguição contra cristãos

. 1 em cada 3 cristãos sofre perseguição

. 1 em cada 10 pessoas é um cristão perseguido.

Classificação de países por perseguição 2011


INTERNACIONAL - A Portas Abertas trabalha com os países mais opressivos aos cristãos do mundo, fortalecendo-os a permanecerem fortes ante a perseguição e equipando-os a resplandecer a luz de Cristo nesses locais escuros.
O maior desafio para os cristãos que vivem em tirania e opressão é o isolamento – da Palavra de Deus e do Corpo de Cristo. Em lugares onde outras organizações cristãs não podem entrar ou foram obrigadas a fugir dos governos ou culturas opressivas, a Portas Abertas pode ser frequentemente encontrada fornecendo Bíblias, formando líderes cristãos, aperfeiçoando as comunidades cristãs e garantindo oração, presença e apoio para estes cristãos sofredores.
Quando estes cristãos são fortalecidos no Senhor, começam a demonstrar o perdão de Deus e alcançam em amor até seus opressores.

Sobre a Classificação

A Classificação de países por perseguição (WWL, sigla em inglês) é uma lista de 50 países onde a perseguição de cristãos por motivos religiosos é pior. Em primeiro lugar, a lista engloba a perseguição aos cristãos de todas as denominações, em todo o país. O foco está nas perseguições por causa da fé, e não política, econômica, social, étnica ou por razões inesperadas.

OS DEZ MAIS

1. Coreia do Norte

A situação na Coreia do Norte permanece terrível. Durante o último ano, mudanças gerais no país afetaram toda a população, inclusive os cristãos. Devido à mudanças na moeda nacional, duas em cada dez pessoas perderam suas casas. Além da crise econômica, a Corei do Norte também sofreu catástrofes naturais.
Dezenas de norte-coreanos morreram em enchentes e deslizamentos de terra causados por um furacão. Então, a situação para os cristãos piorou muito. O país está sob o encantamento da ideologia “juche” e a adoração ao “Grande líder”. Como resultado, de acordo com o governo, os cristãos não têm nem o direito de existir.
Apesar da perseguição, o cristianismo está crescendo lentamente. Em 2010, centenas de cristãos foram presos por diversos motivos. Alguns foram mortos e outros condenados a viver em campos de concentração. Por exemplo, uma igreja doméstica na província de Pyungsung foi descoberta pelas autoridades em maio, e três cristãos foram condenados à morte por causa da reunião. Os outros 20 foram condenados a campos de trabalhos forçados.
Na política também estão ocorrendo mudanças. Em setembro, Kim Jong-Eun, o terceiro filho de Kim Jong Il, foi oficialmente indicado ao cargo de general e promovido a segundo homem no comando da Comissão Militar central. Isso confirma a intenção do presente regime de fazer de Kim Jong Eun o sucessor hereditário. Será que a situação mudará para os cristãos quando ele se tornar o novo líder? Muitos norte-coreanos não acreditam nisso, mas só Deus conhece todas as coisas.

2. Irã

Durante o período em que foi feito o relatório, os cristãos continuaram a ser presos, principalmente em dezembro de 2009 e outros três meses de 2010. Muitos cultos ainda são monitorados pela polícia secreta.
Os cristãos que são ativos nas igrejas e células estão sendo pressionados. Eles são interrogados, presos e agredidos. Outros são oprimidos pela sociedade. Aconteceram diversas manifestações contra o governo iraniano, que está em crise com tantos protestos vindos de seus cidadãos.
Em uma tentativa de desviar a atenção desses problemas, o regime está atacando violentamente os cristãos. No total, centenas de cristãos foram presos, e depois soltos sob fiança. No entanto, eles ainda são monitorados pelas autoridades e podem ter que comparecer a audiências. Há também um risco das repercussões entre os extremistas muçulmanos, afetando principalmente os cristãos que evangelizam entre os muçulmanos.
A violência também pode vir da própria família. Um ex-muçulmano faleceu em consequência dos ferimentos sofridos em uma agressão cometida por um familiar. Enquanto isso, a igreja indígena continua a crescer, somando pelo menos 450.000 cristãos (indígenas e assírios/armênios), mas há uma grande necessidade de Bíblias. Infelizmente, durante o primeiro semestre de 2010, centenas de Bíblias foram confiscadas e queimadas pelas forças de segurança.
O islamismo é a religião oficial do Irã, e todas as leis e regulamentações devem estar de acordo com a interpretação oficial da lei sharia. Apesar de os cristãos armênios e assírios serem reconhecidos como cristãos, supostamente com liberdade religiosa, eles relataram diversas ocorrências de prisões, agressões e discriminação por causa de sua fé.
Essas comunidades podem ensinar seus moradores em sua própria língua, mas é proibido ministrar para ex-muçulmanos (que falam persa). Segundo a interpretação da lei sharia, qualquer muçulmano que deixar o Islã e abraçar outra religião deve ser morto.

3. Afeganistão

A situação no Afeganistão piorou durante o último ano. O governo intensificou a perseguição a ex-muçulmanos. O país tem uma população de mais de 28 milhões de pessoas, entre elas, poucos cristãos. Os cristãos afegãos não são aceitos na sociedade predominantemente muçulmana, e a legislação não é clara sobre quais são os direitos religiosos dos cristãos.
Durante 2010, houve muitos exemplos de intimidações e ameaças contra cristãos. Em maio e junho, a rede de televisão afegã Noorin exibiu diversas vezes imagens de ex-muçulmanos que estavam sendo batizados. Organizações de ajuda humanitária também foram acusadas de evangelismo.
Como respostas às transmissões, uma autoridade pediu a execução de todos aqueles novos cristãos, o que gerou muitos protestos nas ruas Cabul e outras cidades afegãs. Centenas de manifestantes ameaçavam e exigiam a expulsão de organizações cristãs do país. Dezenas de cristãos se esconderam ou deixaram o país.
Os cristãos afegãos continuam a sofrer perseguição e violência de membros de suas famílias. E em uma situação sem precedentes no país, teve início um debate público sobre se será permitido ou não que os afegãos se tornem cristãos e tenham direitos legais.

4. Arábia Saudita

O país teve sua posição alterada na Classificação de países por perseguição, de 3º para 4º lugar. A razão para essa pequena mudança é o aumento considerável da perseguição no Afeganistão. No entanto, recebemos diversas notícias de cristãos que foram agredidos fisicamente por causa de sua fé, o que não aconteceu no ano de 2009.
Cristãos foram presos e muitos fugiram do país por causa da perseguição. Existem alguns ex-muçulmanos que praticam sua fé secretamente. A liberdade religiosa não existe nesse país onde os cidadãos só podem seguir uma religião. Não há nenhuma segurança disponível para moradores não muçulmanos.
O sistema legal é baseado na lei islâmica (sharia). A apostasia (conversão a outra religião) é punível com sentença de morte se o acusado não se arrepender. Apesar de o governo reconhecer o direito de não muçulmanos cultuarem em particular, a polícia religiosa “muttawa” não respeita esse direito.
A prática religiosa pública também é proibida na Arábia Saudita. Quem se arrisca pode ser preso, agredido, deportado e, algumas vezes, torturado.

5. Somália

A situação para os cristãos na Somália piorou durante o último ano. A mídia transmitiu uma imagem negativa, e oito cristãos foram martirizados e muitos fugiram do país.
A república da Somália está em guerra civil desde 1991, e pode ser dividida em alguns estados que se auto declararam independentes – Somalilândia, Puntlândia e Sul da Somália, com a capital Mogadishu.
Enquanto a Somalilândia e a Puntlândia são estáveis, mas não o Sul da Somália, pois o grupo al-Shabaab controla 90% da região e tem como objetivo exterminar o cristianismo de todo o país.

6. Maldivas

A situação nas Maldivas não mudou drasticamente desde o relatório anterior. No arquipélago das Maldivas, o islã é a religião oficial do Estado e todos os cidadãos devem ser muçulmanos.

A perseguição dos cristãos nas Maldivas é sistemática:

• A legislação proíbe a prática de qualquer religião exceto islã;
• O governo se assume como o protetor e defensor do islã;
• Igrejas cristãs são proibidas;
• A importação de materiais cristãos é proibida;
• A discriminação dos não muçulmanos é total;
• O controle social é enorme,
• A média maldivana concorda com a proibição de qualquer religião que não sejam o islamismo.
No país menos evangelizado do mundo há apenas alguns indígenas cristãos que praticam a sua fé individualmente e em situação de extremo segredo por medo de serem descobertos. Nenhum convertido foi morto por apostasia nas Maldivas. Há relatórios de estrangeiros cristãos que foram detidos e deportados do país após materiais cristãos serem encontrados em sua bagagem.

7. Iêmen

Iêmen mantém a sétima posição e a situação da liberdade religiosa de cristãos não melhorou. Cristãos foram mortos pela sua fé e muitos foram expatriados. Eles haviam permanecido no país durante muitos anos e foram deportados sem qualquer motivo.
A Constituição Iemenita declara que o islã é a religião oficial e que sharia é a fonte de toda a legislação. Enquanto expatriados não evangelizam, o governo iemenita não intervém quando eles viver a sua fé, porém não são admitidos como cidadãos do Iêmen convertidos ao cristianismo (ou outras religiões).
Convertidos do islã podem enfrentar a pena de morte caso a sua nova fé seja descoberta. Eles também encontram oposição de grupos extremistas, que ameaçam de morte os apóstatas que não voltarem para o islã. Proselitismo [conversão] de muçulmanos é proibido.
Calcula-se que existam por volta de mil cristãos em todo o país. A maior parte deles é estrangeira (ocidentais, do sul e leste asiáticos, árabes) ou refugiada (principalmente etíopes). Existem alguns convertidos do islã. Em Aden há algumas igrejas, porém no norte do país é proibido qualquer edifício de igreja.

8. Iraque

O Iraque é uma das maiores mudanças neste ano na Classificação, passando de 17º a 8º. A mudança foi causada pelo elevado número de incidentes violentos contra os cristãos, com numerosos feridos e mortos. Adicionalmente, mais informações foram recebidas com relação ao número de cristãos sequestrados e o número de católicos feridos em ataques anticristãos específicos.
Os atentados a algumas igrejas cristãs em dezembro de 2009 ocasionou a fuga de metade da população cristã para Mosul. Os ataques contra cristãos aumentaram durante as eleições parlamentares; a violência começou pouco antes da hora prevista das eleições de janeiro de 2010 e durou todo o período eleitoral, no início de março.
Os dois principais atos de violência contra cristãos em 2010 foram o atentado à bomba num ônibus de estudantes cristãos em maio e o ataque terrorista a Igreja católica Síria em Bagdá no final de outubro. No primeiro incidente, três estudantes cristãos foram mortos e 180 feridos, muitos ficaram com cicatrizes ou inválidos.
No segundo, que também foi chamado “o mais mortífero ataque contra cristãos uma vez que os extremistas islâmicos começaram a marcá-los em 2003,” 58 cristãos morreram e 60 ficaram feridos. Pelo menos 90 os cristãos foram mortos, incluindo vários outros assassinatos seletivos de cristãos em Mosul, Bagdá e Kirkuk.
Cerca de 334.000 cristãos tem deixado no Iraque, menos da metade do número de 1991. A maioria dos cristãos são tradicionalmente de denominações assírias, caldeus, católicos, e armênios, e há milhares de evangélicos. Desde a queda de Saddam Hussein, a situação se deteriorou consideravelmente. A violência contra os cristãos é motivada por motivos religiosos, políticos, financeiros e sociais.
Os cristãos sofrem com a atmosfera anti-ocidental no país e são vistos como colaboradores com ocidentais. A influência ocidental está diminuindo enquanto as forças são evacuadas, e assim os extremistas tem a oportunidade de aterrorizar e expulsar os cristãos do país. A violência afetou centenas de milhares de iraquianos, tanto muçulmanos e cristãos, para deixar o país, e muitos se deslocam do interior do Iraque, especialmente para o Curdistão.

9. Uzbequistão

O Uzbequistão está mais uma vez entre os 10 primeiros. A pressão sobre os cristãos aumentaram. No passado, foram dadas multas como uma penalidade por violão da lei religiosa, mas agora prisões de curto prazo (3-15 dias) são dadas mais frequentemente como punição. Em cada cidade uzbeque existe uma pressão mais forte do que no passado.
Quase nenhuma nova licença de culto para igrejas foram emitidos; em vez disso muitas igrejas perderam seu registro e alguns até os edifícios. Frequentemente cristãos protestantes são vistos como uma influência desestabilizadora na sociedade. Eles vivenciam pressões de vários lados.
O governo multa e os prende; a sociedade faz com que percam o emprego e saiam do mercado; o clero islâmico e os familiares pressionam com agressões físicas, rejeições, humilhações e até expulsão de casa.
As leis sobre religião são rigorosas e o proselitismo é proibido. Regularmente, existe uma exposição negativa na televisão dos cristãos. Uma hostil disposição das autoridades locais e funcionários do tribunal são fatores que agravam a situação dos cristãos do país.

10. Laos

Laos é o outro único país de governo comunista na Classificação dos 10 primeiros (junto com a Coreia do Norte). Apesar das muitas expectativas, a situação no Laos não melhorou muito desde o relatório anterior. A Igreja é relativamente pequena, mas cresce (cerca de 200.000 cristãos, principalmente pertencentes às minorias étnicas).
Não houve melhora na liberdade religiosa no período de informação [para formação da Classificação]. A perseguição em Laos inclui algumas restrições na legislação. O governo tem uma posição muito negativa e restritiva para os cristãos, e todos estão sob rigorosa vigilância porque são considerados agentes dos Estados Unidos que procuram trazer mudanças políticas no sentido da democracia no país.
A igreja não pode operar livremente e as ações na sociedade são limitadas. Os cristãos são limitadas no seu papel familiar e na vila. Cristãos que se convertem e renunciam o culto a espíritos malignos, enfrentam grandes pressões da sociedade.
De vez em quando cristãos são presos, e muitos deles tem experiência de extrema pressão física e emocional (torturas) para que renunciem sua fé. No período de informação pelo menos 25 cristãos foram mortos; pelo menos mais 20 foram presos e detidos sem julgamento.
Os cristãos são fisicamente molestados numa base regular e várias igrejas foram destruídas ou danificadas. Milhares de refugiados [cristãos] estão vivendo Hmong, na Tailândia. Apesar do elevado nível de perseguição em Laos, existem muitas atividades e a Igreja não registrada parece crescer.


Fonte: www.portasabertas.org.br/   e   www.domingodaigrejaperseguida.org.br/

sábado, 25 de junho de 2011

NÃO CULTIVE O ÓDIO


Quem pretende ir bem na vida profissional, crescer dentro da empresa onde trabalha, precisa tirar todo tipo de raiz de amargura do coração. Não importa o que fizerem, se alguém causou um grande mal, deu um grande prejuízo: para ser vitorioso e abençoado é preciso perdoar, esquecer e se concentrar apenas no futuro.
O passado não se pode mais modificar, serve apenas como experiência de vida, o importante é o futuro, e ter a confiança de poder contar com a bênção de Deus. “O ódio excita contendas, mas o amor cobre todas as transgressões.” (Provérbios 10:12)
A vida comercial é sempre cheia de ocasiões em que há divergência de opiniões e chegam a surgir impasses e ate mesmo discussões, mas não é fácil esquecer um ato de ingratidão ou uma situação de engano e de prejuízo.
Quando isso acontece surge o ardente desejo de vingança e não faltam palavras de maldiçoes dirigidas à vida de um desafeto. Mas dentro do meio cristão, para quem quer contar com as bênçãos de Deus, nunca se deve amaldiçoar a vida de ninguém.

A oração do Pai nosso diz: “Perdoa as nossas dividas assim como nós perdoamos aos nossos devedores.”
Se alguém cultiva o ódio de alguém seja qual for à natureza do conflito e não consegue perdoar, infelizmente também não poderá contar com o perdão de Deus. 
Existe a lei da reciprocidade: Se perdoar quem lhe deve, Deus também o perdoa.
Não adianta querer resolver as coisas na base da força, da contenda; o amor é que mantém a mente pura e dá rumos para o sucesso. Quem quer ganhar a confiança do Senhor para que Ele conceda a prosperidade, precisa aprender a perdoar e a amar ao próximo e não cultivar o ódio de alguém.     

1 Co 13:1-7 :


"
Ainda que eu fale a língua dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.
 Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, se não tiver amor, nada serei.
Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me valerá.
O amor é paciente, o amor é bondoso.
Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, suporta.
Agora, pois, permanece a fé, a esperança e o amor, estas três; mas a maior destas é o amor".

1 Jo 4: 19 : "Nós O amamos porque Ele nos amou primeiro."

quinta-feira, 23 de junho de 2011

O VELHO SÁBIO

Conta a lenda, que um velho sábio, tido como mestre da paciência, era capaz de derrotar qualquer adversário.

Certa tarde, um homem conhecido por sua total falta de escrúpulos pareceu com a intenção de desafiar o mestre.
E o homem não poupou insultos... Chegou até a jogar algumas pedras em direção ao sábio, cuspiu e gritou todos os tipos de ofensas.
Durante horas, ele fez tudo para provocá-lo, mas o sábio permaneceu impassível!
No final da tarde, sentindo-se já exausto e humilhado, o homem se deu por vencido e foi embora...
Impressionados, os alunos perguntaram ao mestre como ele pudera suportar tanta indignidade.
Aí o mestre perguntou: “Se alguém chega até você com um presente e você não o aceita, a quem pertence o presente?”
“A quem tentou entregá-lo”, respondeu um dos discípulos.
O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos.
Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem as carregava!
A sua paz interior depende exclusivamente de você.   Ninguém pode lhe tirar a calma.
Só se você permitir.

“Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem, não como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus.” Efésios 5:15-16

Neste dia... pense nisto!

Deus o abençoe...


terça-feira, 21 de junho de 2011

O mais importante é a salvação das almas


A  Igreja atual chegou a um ponto que já está quase no nível do insuportável, pois, os diversos ministérios que hoje existem, sejam eles grandes ou pequenos, já não analisam mais o valor de uma igreja, de uma congregação ou de um ponto de pregação pelo número de almas que venha a ganhar. Um missionário se estiver em qualquer lugar do planeta ganhando almas para o reino de Deus, se não tiver um faturamento em dinheiro suficiente ao menos para manter as despesas é pedido para deixar a obra do campo. Em reuniões ministeriais é discutido quanto cada congregação faturou e não quantas almas foram ganhas. Se houver uma congregação que estiver ganhando almas para Jesus, mas não estiver faturando para as despesas, ou melhor, nesse caso se não estiver tendo receita, liquidez, lucro; também não serve. A capacidade de cada obreiro é medida pelo quanto tem capacidade de faturar.

Esta história de que “uma alma vale mais que o mundo inteiro” não cabe nesses ministérios, para eles o negócio é ganhar o mundo inteiro no sentido financeiro mesmo. Não são poucos os casos de ministérios com altos rendimentos mensais e que abandonam pregadores no campo de trabalho pelo fato dos mesmos não darem renda para a administração central.

Jesus não pregou e nem ensinou esse tipo de ministério capitalista, muito menos o apóstolo Paulo que deu as diretrizes para a estrutura da igreja. O povo precisa ser ensinado a se santificar e a se preparar para a volta de Jesus e não ser pressionado a contribuir como se bastasse apenas ofertar e dizimar para entrar no céu.


Boca suja é coisa de gente ímpia

Não há como querer nem sucedido profissionalmente se não consegue nem controlar os próprios lábios. Não existe patrão, cliente, parceiro; que tolere conviver com pessoas que não tem compostura na maneira que reagem a determinadas situações. Basta tropeçar para descarregar um palavrão, errar alguma coisa para se expressar de maneira deselegante. “A boca do justo é manancial de vida, mas na boca dos perversos mora a violência.” Provérbios 10:11.
O crente, conhecedor da Palavra de Deus não perde a compostura e solta palavrões. Quem age dessa maneira com toda certeza ainda não se c o n v e r t e u verdadeiramente a Jesus. Para ser Vitorioso & Abençoado é preciso exercer o domínio próprio em todas as situações. Sofreu uma fechada no trânsito: “ Glória a Deus! Aleluia! ” O patrão chamou a atenção:  “ Amem!” Não conseguiu fechar um negócio:   “ Seja feita a vontade de Deus!” E assim por diante, sempre usando os lábios para louvar o nome do Senhor.

No ambiente de trabalho as pessoas devem notar a diferença do comportamento do crente com os demais. A boca deve pronunciar palavras de conforto, de paz, de mansidão, de amor. Os que convivem com o cristão deve gostar do que ele solta dos lábios. O ímpio é insensato, prvoca as pessoas com palavras malditas e chama o ódio para si. 


A corrupção é o mal da história da humanidade

“Então, eles se alegraram e combinaram em lhe dar dinheiro.” Lucas 22.5
Esta história de dinheiro é coisa do Diabo. Não se assuste, ninguém está querendo dizer que você não possa ganhar e ter dinheiro, a questão é que o dinheiro é a causa principal do distanciamento do homem de Deus. Veja que Judas, um dos discípulos de Jesus, que andava com Ele, que via os milagres que o Mestre fazia, era de Sua confiança, pois cuidava do caixa – era o tesoureiro; deixou se corromper por mais uma quantia de dinheiro. Note que na busca de dinheiro há pessoas disposta a roubar, matar, seqüestrar e cometer as maiores barbaridades; mas o fato é que ninguém que se dedique a vida inteira apenas em ganhar dinheiro alcance a felicidade. Não se surpreenda, é fato, o dinheiro é a raiz de todos os males e não vale a pena trocar a salvação da alma por fortuna alguma.
O que chama mais a atenção nessa busca incessante do homem por dinheiro é que não existe uma única citação histórica de alguém que tenha ganhado muito dinheiro, que se satisfez e que descansou em paz. Não se engane, dinheiro não trás felicidade, muito pelo contrário é o passaporte para a perdição.
Diferentemente do Diabo, Jesus é verdadeiro, e a promessa Dele é de uma vida abundante; isto significa que com Jesus você tem alegria, paz, saúde e a garantia da vida eterna e as demais coisas são acrescentadas naturalmente o que incluiu a benção Dele para você ter o que necessita de sobejo. Não se deixe enganar, escolha andar com Jesus e confirme como com Ele de nada você tem falta.

domingo, 19 de junho de 2011

AÇÃO SOCIAL IDE SEMEAR 17/06/2011 SEXTA-FEIRA


Junho de 2011, o inverno esta mais frio este ano, e pelas noites ainda mais frias, existe nas ruas da cidade muitas pessoas carentes, são mendigos, andarilhos e até mesmo mães com seus filhos nos braços, buscando abrigos nos mais diversos lugares, embaixo de pontes, viadutos, construções abandonadas, onde houver um cantinho, ali estão eles tentando se abrigar do frio.
Mas não é só o frio o único inimigo deles, é apenas mais uma dificuldade que enfrentam em seu dia a dia. O maior e mais temido de todos é a fome, esta sim causa pânico e desespero.  Lagrimas rolam nos rostos de mães e pais que ao verem seus filhos com fome, não podem fazer nada, sem condições, tentam de alguma maneira encontrar alimento, muitas vezes em cestos de lixo, porta de bares e restaurantes, pedindo aqui e ali, para uns e outros que na maioria das vezes não ajudam, inclusive até maltratando, xingando e insultando de forma humilhante quem já não tem mais esperanças, de quem perdeu toda sua dignidade. Não fazem idéia da situação destas pessoas. “Às vezes achando em seus corações endurecidos que são vagabundos e aproveitadores que não querem trabalhar”. Infelizmente está é a realidade, escondida nas noites de muitas cidades do Brasil e do mundo, e Limeira, interior de São Paulo não é diferente.

Enquanto você esta em seu lar, aquecido  em sua caminha com seus agasalhos e cobertores, talvez tomando uma sopa quentinha ou uma refeição de inverno mais elaborada. Tem muita gente por ai sem nada pra comer ou vestir.  Muitas vezes até morrendo de fome e frio, enquanto outros, sobrevivendo como podem, se humilhando em busca de migalhas e da bondade de alguns filhos de Deus que encontram pelo caminho.
Graças a Deus que ainda existe muita gente boa por ai disposta ajudar quem precisa, voluntários que deixam seus lares e familiares para irem em busca de pessoas carentes levando alimento e agasalho, e sem medir esforços, entram em lugares perigosos para tentar diminuir o sofrimento de pessoas totalmente desconhecidas com um único objetivo no coração, ajudarem quem precisa.

Numa destas noites frias de inverno um grupo de pessoas, unindo suas forças, saíram às ruas da cidade de Limeira, na madrugada do dia 17 de Junho, uma sexta-feira de noite muito fria. Inspirados por Deus, e pelo infinito amor do Senhor Jesus Cristo, deixaram suas casas, suas camas e cobertores para tentarem levar um pouco de alegria às pessoas em condições de vida subumanas, levando alimento e agasalho e por que não dizer, calor humano.

Estou falando do Grupo de Missões Ide Semear e alguns irmãos juntamente com o pastor da Igreja Evangélica Assembléia de Deus Madureira do Pq. Hypólito, juntos proporcionamos uma noite diferente para varias pessoas carentes, distribuímos uma sopa quentinha e gostosa, entregamos agasalhos e, sobretudo aquecemos os corações, trazendo um pouco de esperanças para muitas pessoas. Claro que ainda há muito a fazer e este foi só o inicio de um trabalho que desejamos levar adiante e melhorar a qualidade de vida de pessoas carentes de outras cidades. Para que isso seja possível contamos com o apoio de toda a população, unindo nossas forças podemos muito mais. Toda a ajuda é bem vinda. Junte-se a nós neste desafio, procure a Igreja Evangélica Assembléia de Deus Madureira no Pq. Hypólito em Limeira São Paulo e una-se a nós, ou se preferir, faça sua doação, seja qual for sua ajuda, ela será bem vinda!

Neste dia, Pense nisto! Deus o abençoe.

OS DONS DO ESPIRITO SANTO


          

I.                     INTRODUÇÃO

         “Muito crentes desconhecem seus dons espirituais porque não estão esclarecidos quando a eles. Nos dias do apóstolo Paulo havia o mesmo problema: á respeito dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes (1 Co 12.1).
 Devido a sua importância é que necessitamos compreender a natureza e a função dos dons espirituais... É muito valioso compreender que os dons espirituais são dados pelo mesmo Espírito... como Ele quer, (1 Co 12.11). Em sua prerrogativa, Ele os distribui para serem usados corretamente no Corpo.
Ele conhece o Corpo em perspectiva e sabe onde os dons devem ser usados”
Dr. C. Peter Wagner disse que nenhum seminário, igreja ou lideres de agências missionarias podem dar dons, porém, eles podem ajudar os crentes a descobrirem e desenvolverem seus dons e dar oportunidade para que sejam usados. É claro que ninguém pode decidir quem terá tais dons.
          Um crente pode desejar um Dom particular (1 Tm 3.1), mas este desejo não lhe assegura que irá obtê-lo. As passagens que nos falam procurai com zelo os melhores dons (1 Co 12.31) e, procurai com zelo os dons espirituais (1 Co 14.1), são mandamentos coletivos que não se relacionam com os crentes individualmente, mas sim com a comunidade cristã em sua totalidade. Em outras palavras, é correto querer que o Corpo tenha todas as partes necessárias para um desenvolvimento uniforme e suave. É importante que cada crente tenha em seu coração, o desejo de descobrir, desenvolver e usar os dons espirituais. Assim, cada parte do quebra-cabeça irá caindo em seu devido lugar”.
         As listas principais encontram-se em Romanos 12,1 Coríntios 12, e Efésios 4. Porém, há outros dons fora destas listas que citaremos mais tarde. Por exemplo, em 1 Coríntios 7.7-8 e Mateus 19.10-11, encontra-se o Dom de celibato.
   
A.   O QUE OS DONS ESPIRITUAIS NÃO SÃO.

1.     Não são talentos naturais.
          Os dons espirituais não são talentos naturais. Todo ser humano nasce com talentos que podem ser usados para o bem ou mal. Os talentos fazem parte do homem natural, cristão ou não; é a composição genética. Mas, alguém não pode Ter dons espirituais a menos que seja remido por Cristo Jesus. O uso dos talentos naturais dependem do indivíduo, porém os dons dependem da unção do Espirito Santo de Deus. Os talentos geralmente beneficiam o indivíduo e outros também, e os dons edificam o Copo de Cristo (Rm 12), e alguém servem como sinais aos incrédulos (1 Co 14.22-25). (Note: Os talentos, quando servem ao bem, não operam no indivíduo independente de Deus, pois é Ele que criou todo homem, e que deu, também, os talentos naturais. Apenas temos que lembrar que Deus deu talentos para todo ser humano, tanto crente como não-crente).

2.     Não são o Fruto do Espírito (Gl 5.22-23)
        O fruto do Espirito refere-se ao caráter do cristão, da sua maturidade espiritual. Os dons referem-se ao ministério de Jesus Cristo. Alguém poderia Ter todos os dons que não serviriam nada sem o fruto do Espirito na sua vida. Paulo deixou claro que sem amor, (a parte do fruto destacado em 1 Coríntios 13), Ter os dons de línguas estranhas, profecia e o Dom de remover montanhas, não frutificaria o ministério de ninguém. Se uma pessoa quer ver fruto que permanece no seu ministério, terá que procurar exemplificar bom caráter. Porém, devemos entender que a operação dos dons Espírito Santo numa vida, não depende de maturidade espiritual ou idade. Crianças podem receber a unção dos dons espirituais.

3.     Não substituem os dons para as funções ou os deveres do cristão.
        Sem fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6). A fé é necessária para viver e manter o objetivo de salvar as nações. Por isso, estamos salvos. Não podemos prosseguir com Cristo sem fé. Nem todos têm o Dom de profecia, mas todos devem ser prontos para evangelista, mas todos são ordenados a serem testemunhas das Boas Novas. Nem todos têm o Dom de contribuir, mas todos são ordenados a dar.

4.     Não são ferramentas para ser falsificadas.
         Existem falsos “dons”. Cada coisa que Deus faz, o diabo tenta falsificar. Não podemos presumir que cada manifestação daquilo que parece um Dom é do Espirito. Uma pessoa pode falar em línguas, fazer curas, profetizar e outras coisas parecidas, porém pode ser da carne ou de origem diabólica. Os espíritas duplicam línguas, curas, profecia, poder, etc., mas não é de Deus. A Bíblia ensina que devemos vigiar nos últimos tempos para reconhecermos os falsos profetas entre nós, que frequentam a igreja e que vêm de fora! O Dom de discernimento de espíritos é um Dom útil para saber a diferença entre o que é de Deus e o que não é. Ás vezes, o próprio contexto do acontecimento é suficiente para discernir. Por exemplo, se a pessoa está louvando a Deus na igreja e de repente fica mole, começa a tremer e cai (2 Cr 5.14; Is 6.4; Da 10.8-11; At 2.13; 9.4; 16.29, 30), a lógica e a evidência bíblica de pessoas caindo na presença de Deus, indica que é de Deus. Outra coisa é observar a pessoa caída com olhos naturais para ver sua expressão facial, e corporal. Se a pessoa está em “paz” ou tranquilidade, curtindo esse êxtase, devemos concluir que é o Espírito de Deus operando na sua vida, claro. As reações no corpo humano de endemoniamento são completamente diferentes.

5.     Não são instrumentos de divisão.
        O inimigo de nossas almas tem tentado sabotar a força divina da igreja. No decorrer dos séculos, o diabo tem atacado o Corpo de Cristo, criando divisões devido diferenças de opinião a respeito dos dons do Espirito. Os dons têm sido usados para o próprio interesse individual, e como um “credencial” de espiritualidade e autojustiça. Esta atitude tem intimidado alguém, e tem criado antagonismo entre os irmãos. Infelizmente, os dons que Deus deu a Sua igreja para que ela se una, o diabo tem usado para dividi-la. Sendo consciente desta estratégia destruidora do diabo, encorajamos que todos se lembrem que os dons são do Espirito Santo de Deus, não são nossa propriedade, e não são prova da nossa espiritualidade. Somos apenas vasos através de quais Deus quer ministrar e mostrar o Seu poder. O poder é dEle! Vamos exercer os dons com humildade e amor á medida que o Espirito nos dê, de acordo com a misericórdia e boa vontade de Deus.

CONCLUSÃO
         Deixamos bem claro, que uma pessoa pode ter vários dons operando na sua vida com regularidade. Alguns dons podem operar com mais frequencia do que outros, lembrando que é o Espirito que dá á medida que Ele quer e para quem Ele quer. Aqueles que operam com mais frequência podem ser chamados, dons predominantes ou a pessoa tem “uma unção” especial, desses dons. Ás vezes, Deus pode dar um Dom apenas uma vez, numa ocasião onde houve necessidade, e a pessoa nunca mais ver aquele dom se manifestar na sua vida de novo. Geralmente, os dons que Deus dá para um indivíduo complementam um ao outro, ou seja, trabalham juntos para completar a obra. Por exemplo, pode se encontrar o Dom de profecia, ensino, e exortação na mesma pessoa. Ou, numa outra, o Dom de misericórdia, serviço, e hospitalidade, e contribuição.
         Várias tentativas têm ocorrido para classificar ou agrupar os dons: dons de ministério (Ef 4), de operações, de sinais (línguas, profecia, palavra de conhecimento, etc.), manifestações (1 Co 12), motivacionais (Rm 12), e dons temporários, enfim. “O importante não é como você os classifica ou como os relaciona. O importante é que você use-os que Deus lhe deu para o funcionamento do Corpo de Cristo”. No Novo Testamento, a operação dos dons do Espirito foi ocorrência comum e resultava na unidade e crescimento radical da igreja. Em vista disso, a manifestação dos dons, que faz a parte integra de sinais e prodígios, deve ser a norma hoje também, pois a nossa tarefa de evangelizar todas as nações não terminou ainda.   

Neste dia, pense nisto. Deus o abençoe!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

TALVEZ ESTA SEJA SUA ULTIMA OPORTUNIDADE!!!




Igreja Assembléia de Deus Madureira
A Igreja que Ama Você...
TALVEZ ESTA SEJA SUA ULTIMA OPORTUNIDADE!!!
“A Caminhada de tua jornada deixaste e há tempo foste embora e não mais regressaste. Até mesmo renunciaste a tudo que te dei, preferindo vagar pelo caminho tenebroso do qual um dia te tirei".
Esqueceste que um dia aceitei por ti o vitupério do Calvário, sendo humilhado, desamparado e morto, mas não te desamparei. Com os pés e mãos feridas a meu Pai me apresentei e para ti preparei moradas, pois tua alma estava remida e comprada pelo sangue que derramei.
Ainda assim, viraste-me as costas, como se jamais houvesse me conhecido e, com prazer, abraçaste o mundo, pensando que ele de ti se compareceria.
Será que ainda lembras das muitas vezes que teus lábios me louvavam e das noites em que, com grande necessidade, me buscavas e eu, com amor, inclinava-me para ti, amparando tuas lágrimas, dando-te a resposta e fazendo-te sorrir ?
Purifiquei tuas vestes, consagrei a mim a tua vida e, com imensa satisfação, escrevi teu nome no LIVRO DA VIDA.
No entanto, profanaste o templo do meu Espírito que iluminava o íntimo de tua alma e deixaste que a nuvem escura do pecado o invadisse. Eis que agora tuas vestes estão manchadas diante de mim e não posso mais encontrar teu nome no Livro da Vida.
Filho, não importa o motivo de tua desistência! Arrepende-te. Anseio perdoar-te e, assim, reescrever o teu nome no Livro da Vida, o que custou o meu sangue vertido e espargido sobre a cruz e livrar-te da terrível tribulação iminente sobre a Terra.
Corra! O tempo esgota-se e, a qualquer momento, não poderei mais esperar por tua decisão. TALVEZ ESTA SEJA TUA ULTIMA OPORTUNIDADE, e ela é elevadamente valiosa para ti. Saiba que, neste momento, meus olhos estão sobre ti, aguardando ansiosamente a tua decisão.
Não te envergonhes de humilhar-se e regressar, pois não importa o que o mundo pense ou diga de ti. É a tua alma que corre perigo e, pessoalmente, irás prestar conta dela se não se arrepender a tempo.
Quero lembrar-te que não me envergonhei ao deixar meu principado nas alturas e servir neste mundo transitório, onde fui humilhado, torturado e morto por amor de ti e ao mais vil pecador.
Além, disto, viraste-me as costas e me deixaste e, ainda assim, não me envergonho de vir a ti e conceder-te esta sublime e indispensável mensagem: 
“ainda te amo, quero te perdoar e comprometo-me em te ajudar a triunfar sobre os obstáculos da vida”  
Portanto, cabe a ti a decisão !”
Jesus Cristo

Neste dia, pense nisto! Deus o abençoe.

Fazendo a nossa parte

Comente!

Veja os melhores videos gospel!

Loading...

Seguidores

Lembre-se sempre disto:

" O Deus Eterno sempre cumpre o que promete; ele é amoroso em tudo o que faz" ( Salmo 145.13b )

Follow by Email

Radio Missões Ide Semear