Que bom ver voce por aqui! Deus o abençoe.

"O Senhor teu Deus esta no meio de ti,"

Que conforto maravilhoso saber que Deus esta em nosso meio.
Foi o que Cristo ensinou ao seus discipulos na narrativa de Mateus 8. 23 - 27.
Se os discipulos realmente vivessem a fé, não se intimidariam com a tempestade
que surrava o barco; a presença de Cristo, mesmo dormindo seria o bastante para
encorajar os corações daqueles homens.

Postagens Recentes

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

"

domingo, 20 de abril de 2014

Atenção! Os donos da igreja chamada evangélica estão falando ...


Hoje, 09.10.2007, 10h45, pela Rádio Musical 105,7 FM, num programa
de um determinado pastor, alguns homens usando de hipocrisia, de espírito de
engano, para indução e sedução dos ouvintes nesse grande mercado chamado
“evangélico-gospel”, onde são conhecidos e denominados "pastores
evangélicos", ouvi a seguinte declaração pública:
" Que o pastor fulano de tal, de uma conhecida Assembleia de Deus, em
determinado culto, afirmou que o dízimo é obrigação e a oferta é ato de amor
e, pelo fato de a oferta ser ato de amor, deve ser maior que o dízimo. ”
E, entenderam ser de extrema sabedoria a frase do pastor fulano de tal.
Isso é o que a Bíblia alerta sobre, sabedoria terrena, diabólica e maligna.
A igreja pseudo-evangélica entra agora numa fase de fazer o que pode
para tentar convencer que o poderoso e intocável dízimo deve ser mantido.
Se, diz que o dízimo é obrigação, está confirmando que, a lei do Velho
Testamento está sendo executada, pela letra, pela interpretação natural e,
essa declaração torna-se uma confissão com dissimulação.
Quem não conhece a Palavra de Deus, aplaude essa mentira. Mesmo
aqueles que conhecem, mas, estão dominados pelo espírito da doutrina,
também aceitam e enaltecem essa falsa sabedoria – a lei e a graça unidas.
A igreja pseudoevangélica exalta e adora um "santo deus", glorioso e
incomparável - o "deus dízimo" – o "todo-poderoso dízimo" - que Deus criou e
nem Ele mesmo pode vencê-lo. Terá o Deus Altíssimo sido idiota ou imbecil?
Será que Deus Pai e o Senhor Jesus Cristo já estão descansando e deixaram
todo o trabalho da igreja na face da Terra sob a autoridade do santo dízimo e
seus obreiros?
E, já que estou no assunto do programa da Rádio Musical FM, os
pastores ali promoviam um ato e, seria “sorteado” um veículo.
Hoje em dia vale qualquer coisa dentro de igreja: sorteios, bingos,
gincanas ... a jogatina cristã. A loteria da fé. Quem aposta mais, mais chance
para levar o prêmio ou a benção. Usar o nome de Deus em vão já foi removido
dessas doutrinas.
Essas são as "santas" estratégias que utilizam para "chamar o povo" aos
eventos, ou seja: "ganhar algo em troca", despertando a disputa, inveja,
avareza e cobiça. Essa é a poderosa igreja "casa de grandes negócios" e de
corruptos espirituais e enganadores. Segundo a Bíblia, isso é prostituição
espiritual, e ninguém vai provar o contrário, pois, quem diz isso é a Palavra de
Deus que dizem pregar e ensinar.

Dízimos e Ofertas, mais poderosos que Deus Pai e Jesus Cristo!

Os pastores, falavam assim: "Olha, deixe o seu carro em casa e vá de
metrô, assim, pela fé, você volta de carro para casa ... isso ... tem que ter fé
... ganhar o carro ... voltar para casa de carro ..."
Em seguida outro pastor diz: "Eu vou de metrô e tenho fé que volto de
carro ..."
Se, o povo, que se diz de Deus, conhecesse a Sua Palavra e seu Espírito
Santo, e LHE desse honra e temor, certamente, o evento promovido, que seria
um culto para possíveis tementes e adoradores do verdadeiro Deus, ficaria
vazio.
Não somente este evento, mas, tantas igrejas e movimentos chamados
evangélicos. Entretanto, nos dias atuais, consideram tais conversas e condutas
normais …
Se, um vendedor barato, aparece no portão da sua casa com essa
conversa, ou você manda embora ou chama a polícia. Mas, algo estranho está
acontecendo, pois, o povo que se dize conhecedor de Bíblia está amando e
chamando, para dentro de suas casas, os tais que assim procedem.
Uma multidão, que se chama evangélica, por ter aprendido errado, usa a
Bíblia para justificar seu próprio pecado, sustentando mercenários e lobos.
Este povo, aprendeu com os lobos e mercenários, usar frases feitas,
frases de efeito, chavões evangélicos, sem sustentação bíblica, do tipo: "Deus
julgará", "Deus sabe do meu coração", "Retenha o que é bom", "A igreja
precisa de sustento", "Não toqueis nos meus ungidos", “Não fale mal do
irmão”, etc, e tantas outras frases de efeito bem elaboradas, utilizadas para
sustentação do pecado e mentira ...
Diga-me: Você, vendo seu filho ou alguém da sua família natural sendo
induzido ao engano e servindo de alimento para espíritos enganadores, lobos,
mercenários, desonestos, qual sua atitude? A família de Deus está acima da
família natural? A família de Deus foi comprada pelo sangue do Cordeiro.
O que presenciamos é a degradação provocada pela apostasia dos
últimos tempos. Além de, conversa de enganador barato, a fé virou loteria e
vamos ver quem o deus mercenário "sorteará" nessa jogatina cristã.
Estes são os falsos pastores, falsos irmãos, com conversas de esperteza,
conversas de enganadores baratos, são criminosos os que agem assim,
sobretudo aqueles que dizem conhecer a Palavra de Deus, que, com esse
"espírito", convencem as pessoas para que aceitem um falso jesus, um jesus
de uma falsa graça e ... ir para o inferno, a perdição eterna, com eles.
O apóstolo Paulo, entre outros, era perseguido por falsos irmãos. Era
perseguido, não por causa da sua omissão e prevaricação, mas, porque falava
e denunciava os falsos que procuravam enganar ovelhas que foram compradas
pelo sangue de Jesus Cristo. Quando você presenciar uma ovelha sem
entendimento sendo enganada e calar, assentindo com seu “amém”, saiba que
essa ovelha custou o sangue do Cordeiro e, a Palavra de Deus já condena toda
omissão e prevaricação contra os rebanhos de Deus

sábado, 19 de abril de 2014

Prostitutos Cultuais e Mercadores da Fé

Eu estava tentando encontrar um adjetivo para qualificar os atuais cantores e pregadores que cobram elevadas somas em dinheiro para pregar ou cantar nas igrejas e em conferências promovidas por evangélicos, e achei que “mercador da fé” não é um adjetivo apropriado, porque é simples demais para nominar tais pessoas. Pois bem. Vejo esses exploradores da boa-fé evangélica como prostitutos cultuais – que é a tradução da versão atualizada – para os que se prostituíam junto aos templos pagãos e que depois passaram a se prostituir diante do templo do Senhor em Jerusalém. Porque os prostitutos (as) cultuais mencionados na Bíblia exploravam os que se dirigiam ao templo para adoração oferecendo-lhes um pouco de orgia – orgia sexual revestida de espiritualidade, como alguns desses a que me refiro que falam línguas, profetizam, oram pelos enfermos, são místicos e super espirituais... Mas orgiofantes (como os sacerdotes que prestavam culto a Dionísio).
Os prostitutos e prostitutas cultuais, comuns nos templos pagãos passaram a conviver com os adoradores junto ao templo de Jerusalém, indicativo de uma deformação espiritual da nação de Israel. Não estou afirmando que é comum tais pessoas se prostituir de verdade, em orgias sexuais; estou afirmando, isto sim, que sempre que uma pessoa se afasta de Deus, comete prostituição com outros deuses – fato mencionado pelo próprio Deus em várias passagens do Antigo Testamento. Em Ezequiel 16 ele compara Israel a uma menina, que é cuidada por Deus, adornada e preparada para ser esposa, mas se prostitui com os povos vizinhos.
Deus se antecipou ao que poderia acontecer e recomendou a Moisés: “Das filhas de Israel não haverá quem se prostitua no serviço do templo, nem dos filhos de Israel haverá quem o faça... Não trarás salário de prostituição nem preço de sodomita à Casa do Senhor, teu Deus (Dt 23.17-18).
O que se vê hoje no Brasil é uma orgia espiritual, uma masturbação coletiva praticada por cantores e cantoras, pregadores e pregadoras, que não conseguiram fazer sucesso no mundo e encontraram na igreja um filão de negócio; o caminho para o enriquecimento à custa da espiritualidade dos irmãos.
Imagine o Lázaro da Bíblia, que Jesus ressuscitou dos mortos gravando seu cd e saindo pelo mundo a pregar nas igrejas, usando os recursos para comprar bens e imóveis em Atenas, Roma e Jerusalém. Imagine Dorcas, relatando sua ressurreição e insinuando aos irmãos por onde pregava que precisava de dinheiro para comprar máquinas de costura a fim de ajudar os pobres com maior eficácia, lucrando com a bênção alcançada. Eles seriam excluídos do rol de membros do céu pelos apóstolos. Pois sei que esses excrementos espirituais – e não há palavra melhor para descrever tais pessoas – cobram preços exorbitantes para pregar e cantar. Eu estava numa cidade pregando o evangelho e em várias cidades daquele Estado os irmãos se mobilizavam para ouvir o ex (que deve ter fracassado no mundo) cujo preço varia de 20 a 35 mil reais por apresentação. Este cantor que explora a espiritualidade do povo deve ganhar, pelo menos, com a agenda cheia em torno de cem mil reais por semana! Sim, porque fazem sucessos os ex-, sejam ex de quaisquer espécies. Ex que tocou na famosa banda do mundo; ex- que se prostituía com drogas, mas agora se prostitui com dinheiro. Prostituem-se com a fé. Sim, porque quais prostitutos cultuais do AT usam da espiritualidade para fazer orgia com o povo com o fim de levar o povo a se alegrar, enquanto eles ficam ricos.
Uma denominação pentecostal nutriu, alimentou e criou um pregador que cobra o exorbitante preço de quinze mil reais por pregação e nunca tomou uma atitude corretiva e disciplinar quanto a seu enriquecimento e vida pessoal; ao contrário, alimenta o sucesso desse mercador de dons. Balaão se sentiria envergonhado!
Assim, quando viajo pelo Brasil sinto no ar o odor fétido que eles deixam por onde passam; o odor da prostituição espiritual, o cheiro nauseabundo que costumam exalar os espiritualmente mortos. Que se prostituem espiritualmente e que levem pastores, líderes e povo à prostituição com eles é inegável, e não é de se duvidar de que se prostituam literalmente em seus confortáveis quartos de hotel. Pregadores e cantores que fazem exigências incomuns; que não aceitam fazer uma refeição na casa de irmãos; apenas em restaurantes que servem a La Carte. Que não se contentam com os bons hotéis e se não houver os melhores, recusam-se participar de eventos a menos que suas exigências sejam atendidas.
Os culpados são os líderes que atraídos pela ganância financeira esperam obter lucros com os gananciosos. Certamente porque muitos pastores, apóstolos e líderes se prostituíram espiritualmente, empolgados com as riquezas deste mundo, sonhando com mansões no litoral brasileiro e nas famosas cidades dos Estados Unidos.
Que posso dizer? Afirmar que alguns desses pastores que apóiam tais cantores e pregadores, juntamente com estes sejam descendentes de Balaão – que se prostituiu e usou de seus dons para ensinar Balaque a armar ciladas para os filhos de Israel – seria ofender o profeta do Antigo Testamento, que por seu pecado foi morto por Josué. Quem sabe possuem o DNA de Judas, ou são da mesma linhagem espiritual que vendem o nosso Senhor em troca das benesses de Mamom. Pedro e Judas descreveram tais cantores, pregadores e pastores com adjetivos pouco recomendáveis, afirmando que estes “andam em imundas paixões e menosprezam qualquer governo. Atrevidos, arrogantes, não temem difamar autoridades superiores... Considerando como prazer a sua luxúria carnal em pleno dia, quais nódoas e deformidades, eles se regalam nas suas próprias mistificações, enquanto banqueteiam junto convosco; tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecado, engodando almas inconstantes, tendo coração exercitado na avareza, filhos malditos; abandonando o reto caminho, se extraviaram, seguindo pelo caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça... Esses tais são como fonte sem água, como névoas impelidas por temporal. Para eles está reservada a negridão das trevas”
Por mistificações o apóstolo está se referindo aos que usam dos dons espirituais para se sobrepor aos demais; eles têm dons, são místicos e falam como se uma nuvem de transcendência divina repousasse sobre eles.
Faz-se necessária uma limpeza na igreja, a Casa de Deus, como fizeram Asa e Josafá. Asa tirou de cena sua própria mãe e “removeu os prostitutos cultuais” que usavam o templo como local de prostituição. Josafá ainda precisou intensificar a reforma, porque, de tempos em tempos os aproveitadores da boa vontade do povo; os exploradores da espiritualidade das pessoas, tais como eram os filhos de Eli aparecem na igreja de Deus (1 Rs 15.12; 22.47).

Uma igreja rameira serve de alcova para os exploradores da espiritualidade do povo. E Deus haverá de limpar sua igreja. 

João A. de Souza filho

Fazendo a nossa parte

Comente!

Veja os melhores videos gospel!

Loading...

Seguidores

Lembre-se sempre disto:

" O Deus Eterno sempre cumpre o que promete; ele é amoroso em tudo o que faz" ( Salmo 145.13b )

Follow by Email

Radio Missões Ide Semear